Arquivo de Tag | Brazil

Resumo do mês de Julho!!

Entramos em parceria com o maior evento de VIDEO GAMES brasileiro que existe!

O Video Games Metal! Ficamos imensamente honrados em divulgar e ajudar essa equipe!!

www.facebook.com/VGMetal
153417_262393871

Não se esqueçam de que todos estão convidados para o show do Sonata Arctica no evento!

sonata

Tivemos uma excelente entrevista com Kiko Loureiro, onde ele contou várias curiosidades sobre a Finlândia!

52

Entramos em parceria também com a pagina:

* Vibeke Stene Brasil – https://www.facebook.com/VibekeSteneBrasil

* Harmaja Brasil  – http://harmajabrasil.wordpress.com/

* Sonata Arctica Brasil – https://www.facebook.com/sonataarcticabrasilfanpage

(Obrigado a todos pela parceria!)

Divulgamos uma resenha das bandas Grave, Catamenia,  Amon Amarth e Northern Kings!

2

Conseguimos manter uma média de mil visitantes por mês e visita de 36 países diferentes!

Países Nórdicos, CURIOSIDADES

Ficamos imensamente felizes de ter o apoio de todos vocês!
Obrigado a todos que nos ajudaram com perguntas para as entrevistas, a todos que visitaram nosso blog e curtiram a nossa pagina!
Ainda não curtiu nossa pagina? <o>
Curta lá!
www.facebook.com/northernqueenspage

Fiquem atentos, em breve mais novidades!

borda copy

English:

Summary of the month!

We entered into a partnership with the largest Brazilian event games there!
The Video Games Metal! We are immensely honored to publicize and help this team!
Do not forget that all are invited to the show of Sonata Arctica at the event!

We had a great interview with Kiko Loureiro, where he told several curiosities about Finland!

Also entered into partnership with the pages:

* Vibeke Stene Brasil – https://www.facebook.com/VibekeSteneBrasil

* Harmaja Brasil  – http://harmajabrasil.wordpress.com/

* Sonata Arctica Brasil – https://www.facebook.com/sonataarcticabrasilfanpage

(Thanks for the partnership!)

Disclose a review of the bands Amon Amarth and Northern Kings!

We managed to maintain an average of a thousand visitors a month and visit 36 different countries! 😀

We are immensely happy to have the support of all of you!
Thanks to everyone who helped us with questions for the interviews, everyone who visited our blog and enjoyed our page!
You still not enjoyed our page? <o>
Enjoy there!!!!!
www.facebook.com/northernqueenspage

Stay tuned, more news soon!

Entrevista do Kiko Loureiro para o blog Northern Queens!

52

O que você sentiu de mais diferente na cultura Finlandesa?

Kiko Loureiro: O mais diferente da cultura finlandesa é  que eles são super tímidos, mas são pessoas muito legais. Geralmente a vodka e uma sauna ajudam eles a ficarem um pouco mais soltos e conversarem. Eles se orgulham muito de serem pessoas honestas, do país tudo funcionar rápido e sem burocracia porque todo mundo confia em todo mundo. As pessoas do Brasil são muito mais abertas, expansivas, mas todo mundo tem receio e não confia em ninguém.

Pretender voltar pro Brasil ou vai morar na Finlândia por um tempo? 

Kiko Loureiro: Estou morando nos Estados Unidos, na Califórnia e indo pro Brasil direto, porque sempre tem eventos. Ainda não sei quando retornarei para a Finlândia. Ultima vez em que estive lá, foi em fevereiro. É muito bom lá no verão, o ideal seria passar o verão no Brasil e o verão na Finlândia, que são os melhores lugares pra ficar.

Como foi o Show com o Fabio Lione no 70K?

Kiko Loureiro: O show do cruzeiro em Miami com Fabio Lione foi muito bom, tanto que gerou o show no Live n’ Louder em abril, e agora pretendemos começar várias turnês em agosto por causa desse show no 70000 Tons of Metal. Encontrei-me com algumas bandas finlandesas no evento, como o Turisas, o Ensiferum e o guitarrista do Kreator, que é finlandês.

Como será a seleção para o novo vocalista do Angra?

Kiko Loureiro: A gente estava, de fato, recebendo material do Angra pra fazer uma escolha do vocalista. Nós recebemos vários materiais muito bons, têm muitos vocalistas bons no Brasil, é até difícil de escolher. Mas rolou esse lance com o Fabio, e a gente acabou optando por esticar, porque tiveram muitos pedidos de produtores e muitos fãs que queriam ver e assistir esse show. E rolou muito bem com o Fabio, o clima com a banda, ele cantando as musicas… Nós curtimos muito, ficamos muito contentes e animados, e então resolvemos segurar essa ideia da escolha do vocalista, pra poder fazer essa turnê e deixar rolar um pouco. A melhor parte é viajar, subir no palco e tocar as musicas pros fãs, pra quem gosta das nossas musicas. Sempre dá vontade de voltar aos palcos. Então a gente vai fazer isso agora em agosto.

 Matheus Oliveira: Como foi a  sua adaptação cultural na Finlândia?

Kiko Loureiro: A adaptação cultural é sempre difícil um pouco porque qualquer país é diferente. Helsinque tem 1 milhão de habitantes, tem muitos parques, o porto é super bonito, super limpo, organizado, então pra quem mora em São Paulo é um paraíso.

Teve algum fato engraçado que aconteceu com você na Finlândia?

Kiko Loureiro: No inverno eu lembro que fiquei preso numa escola de musica. Lá todo mundo confia em todo mundo e não ter porteiro. Eles te dão a chave e você fica lá sozinho no lugar, não tem ninguém controlando a entrada e saída. Eu fiquei preso, estava tão frio que a porta congelou e não abria. Eu fui tentar abrir com a chave, dar uns chutes na porta, e quebrou a chave dentro da fechadura (risos)… Fiquei preso no lugar. Falaram que tinha que jogar agua fervendo na porta pra ver se descongelava, mas não descongelou. Estava em torno de -15ºC. Eu tive que no meio da noite subir no telhado do lugar e pular uma grade e sair andando e afundando na neve, deveria ter um metro e meio de neve… (risos)… Coisas que um brasileiro nunca imaginou… Coisas que eu nunca imaginei que ia passar na minha vida. Parecia que eu era um ladrão querendo pular o muro de um lugar. Mas no fundo eu estava querendo sair da escola que a porta congelou e não abria… Lá também é muito escorregadio. Quando está com neve é mais tranquilo andar, mas quando está por exemplo em -2ºC fica parecendo um ringue de patinação no gelo.

O que acha das bandas Finlandesas?

Kiko Loureiro: Tem muita banda lá, é impressionante a cultura deles. Já fiz turnê com alguns finlandeses como a banda Nightwitsh, já toquei com a banda Sinergy no Japão… Gravei meu disco o “Sounds of Innocence” na Finlandia, e eu pude ter um pouco mais de contato com eles.  Gravei o disco com o Matias Kupiainen, o guitarrista do Stratovarius e o Pertu Vänskä (irmão do Olli Vänskä , violinista do Turisas), ele é um super musico, faz várias coisas relacionadas a estúdio, então ele também ajudou nas gravações e no arranjo de cordas de uma das músicas. Fui muito bom conviver mais de perto com eles.

Lucas Manfio: O heavy metal na Finlândia é underground como no Brasil?

Kiko Loureiro: Não. No radio você ouve metal… Metallica, Dio, bandas finlandesas… tem muitos cartazes na rua. Quando eu estava lá vi propagandas em ônibus do novo disco do Sonata Arctica, tinha propagandas deles na cidade inteira, também tinha propaganda com o The 69 Eyes, chiclete com a foto do baixista do Nightwish… Lá eles pegaram esse lado do Heavy Metal, a banda Nightwish, por exemplo, sai em revistas famosas como “Caras” de lá. No Brasil temos uma música muito rica, na Finlândia eles não uma riqueza musical como a nossa por ser um país muito pequeno. No Brasil a gente tem outro tipo de artista. Nós no Brasil temos uma mistura de estilos e culturas. Um estilo como o Heavy Metal não vai ser “mainstream” no Brasil. Sempre vai ter algo mais brasileiro e eu vejo isso como algo positivo. Não considero a Finlândia um país mais legal por causa do Metal, pela falta de ter uma música forte local, que talvez o mais forte fosse a musica erudita que é super boa, jazz, big band e outros grandes músicos. Mas a identidade que o Brasil tem da música, na Finlândia não tem. Então o Heavy Metal lá, não é Underground como é no Brasil.

Quais principais diferenças entre a cena brasileira e a finlandesa?

Kiko Loureiro: A principal diferença é que a cena no Brasil é muito forte, porém as bandas brasileiras olham muito para dentro do país. O Brasil é muito grande, tem muitos lugares para tocar, então as bandas começam a tocar em barzinhos de rock, depois querem viajar pro interior de São Paulo, depois tentam fazer shows pelo nordeste, esse é meio que um caminho. Na Finlândia eles não têm esse recurso, lá não tem um lugar específico para tocar, é um país que tem muita pouca gente. Já fui a shows de artistas que são conhecidos lá e que tocam em rádio, e eles tocam pra 500 pessoas nas outras cidades. Por isso tem muita banda de Heavy Metal de lá que a gente conhece, pois qualquer banda que começa lá, eles já começam fazendo um trabalho totalmente voltado para o mercado internacional. Iniciam com site e disco em inglês. O sonho das bandas é tocar em grandes eventos da Europa, ir pros Estados Unidos, tocar no Japão, fazer turnê na América Latina… Essa é a mentalidade deles, por isso eles chegam lá, eles têm essa visão desde o principio e os brasileiros tem uma visão um pouco diferente.

borda copy

Quero agradecer a disponibilidade e paciência de Kiko Loureiro para nos conceder essa entrevista. Ele foi super-receptivo e atencioso.

Quero agradecer também a colaboração do envio de perguntas de nossos seguidores, em especial para Débby (e a página do facebook Kiko Loureiro fãs), para o Matheus e ao Lucas pelo envio de algumas das perguntas.

Espero que tenham gostado e em breve traremos mais novidades!!! \o/

Entrevista transcrita por Ane Charon.

Post de hoje: Banda Grave!

Iremos apresentar hoje, uma banda de Death Metal Suéca.

Tive  a oportunidade de assitir o show da banda em 2012, num grande evento de Metal chamado Roça ‘n’ Roll, que ocorre no Sul de Minas, na querida cidade de Varginha.

Aproveitando para falar sobre o evento, o Roça ‘n’ Roll teve neste ano, sua 15ª edição, onde Bruno Maia (organizador do evento) sempre traz atrações internacionais para apresentar na região sul mineira.

Algumas da bandas que já passaram pelo evento foram:  Tuatha de DanannTorture SquadAlmahKrisiunMatanzaBittencourt ProjectRavenlandGarotos PodresMotosserra Truck ClubeAtacke NuclearTierramysticaDr. SinCorpse GrinderLothlöryenSepultura, Samael, entre outras. Para quem ainda não conhece o evento, já deixo o convite a todos para participarem do 16º Roça ‘n’ Roll que ocorrerá em 2014.

Voltando a falar da banda Grave, a banda teve ínicio em 1988. Grave antes de oficializar este nome, se chamou Corpse e depois Putrefaction.

Integrantes:

Ola Lindgren – guitarra e vocal
Ronnie Bergerståhl – bateria
Tobias Christiansson – baixo
Magnus Martinsson – guitarra

Discografia:

Sick Disgust Eternal (Demo – 1988)
Sexual Mutilation (Demo – 1989)
Anatomia Corporis Humani (Demo – 1989)
Promo 1989 (Demo – 1989)
Promo 91 (Demo – 1991)
Tremendous Pain (EP – 1991)
Grave / Deviated Instinct / Devolution (Split – 1991)
In the Eyes of Death (Split – 1991)
Into the Grave (Álbum – 1991)
You’ll Never See… (Álbum – 1992)
…and Here I Die… Satisfied (EP- 1993)
Soulless (Álbum – 1994)
Hating Life (Álbum – 1996)
Extremely Rotten Live (Álbum ao vivo – 1997)
Back from the Grave (Álbum – 2002)
Morbid Ways to Die (Coletania – 2003)
Fiendish Regression (Álbum – 2004)
As Rapture Comes (Álbum – 2006)
Enraptured (DVD – 2006)
Dominion VIII (Álbum – 2008)
Exhumed – A Grave Collection (Compilação – 2008)
Burial Ground (Álbum – 2010)
Death Unhallowed (Caixa – 2010)
Necropsy – The Complete Demo 1986-1991 (Split – 2011)
The Dark Side of Death (Compilação 2012)
Endless Procession of Souls (Álbum – 2012)

Agradecimento especial ao Luiz Augusto (Guga) por ter dado idéia sobre este post! 😀

———————————————————————————————————————————————

English:

We will present today a Swedish Death Metal band.

I had the opportunity to watch the show the band in 2012, in an event called Metal Roça ‘n’ Roll, which occurs in southern Minas Gerais, in the beloved city of Varginha/Brazil.

Taking the opportunity to talk about the event, Roça ‘n’ Roll had this year, its 15th edition, where Bruno Maia (event organizer) always brings international artists to present in the southern mining.

Some of the bands who have attended the event were: Tuatha de Danann, Torture Squad, Almah, Krisiun, Matanza, Bittencourt Project; Ravenland; Boys Rotten; Chainsaw Truck Club; Atacke Nuclear; Tierramystica; Dr. Sin; Corpse Grinder; Lothlöryen Grave , Samael, among others. For those who do not know the event, now let’s invitation to all to attend the 16th Roça n Roll will occur in 2014.

Going back to the band Grave, the band was beginning in 1988. Record before this official name was called and then Corpse Putrefaction.

Members:

Ola Lindgren – guitar and vocals
Ronnie Bergerståhl – drums
Tobias Christiansson – low
Magnus Martinsson – Guitar

Discography:

Sick Disgust Eternal (Demo – 1988)
Sexual Mutilation (Demo – 1989)
Anatomy Corporis Humani (Demo – 1989)
Promo 1989 (Demo – 1989)
Promo 91 (Demo – 1991)
Tremendous Pain (EP – 1991)
Grave / Deviated Instinct / Devolution (Split – 1991)
In the Eyes of Death (Split – 1991)
Into the Grave (Album – 1991)
You’ll Never See … (Album – 1992)
And … Here I Die … Satisfied (EP-1993)
Soulless (Album – 1994)
Hating Life (Album – 1996)
Extremely Rotten Live (Live album – 1997)
Back from the Grave (Album – 2002)
Morbid Ways to Die (compilation album – 2003)
Fiendish Regression (Album – 2004)
The Rapture Comes (Album – 2006)
Enraptured (DVD – 2006)
Dominion VIII (Album – 2008)
Exhumed – A Grave Collection (Compilation – 2008)
Burial Ground (Album – 2010)
Death Unhallowed (Box – 2010)
Necropsy – The Complete Demo 1986-1991 (Split – 2011)
The Dark Side of Death (Compilation 2012)
Endless Procession Of Souls (Album – 2012)

Special Thanks for Luiz Augusto (Guga), for idea of this post.

Entrevista com a banda Penumbra!!! /Interview with Penumbra Band / Cover Nightwish!

Entrevista com Marie Brandão a vocalista da banda Penumbra! Banda brasileira da cidade de Pouso Alegre que faz cover do Nightwish!

1 – Como surgiu a ideia de montar a banda?
Isso já, era uma coisa que eu tinha em mente há muitos anos, (Marie Brandão), tudo nasceu de uma conversa num bar com amigos, e deste então fomos construindo a banda, passamos por diversas mudanças, até chegarmos a atual formação, a qual volta este ano com muita novidade.

2 – A quanto tempo existe a banda?
Oficialmente desde 2011.

3 – Quem são os integrantes da banda?
Marie Brandão (Vocal), Eliakim Lopes (Teclado), Joyce Natally (Guitarra), Willian Tonon (Baixo) e Murilo Vidal (Bateria)

4 – Qual cidade em que fizeram show que teve o maior público?
Boa pergunta, rs, acreditamos que em Poços de Caldas – MG

5 – O que você acha sobre o metal finlandês?
Simplesmente um dos melhores do mundo, se não o melhor.

6 – Vocês tem um grande assédio dos fãs? Como lidam com isso?
As vezes, lidamos bem, nós gostamos muito dos fãs, pois sem eles não existiríamos, nossos fãs são nossa fonte de inspiração.

7 – Qual a canção de Nightwish vocês mais gostam de tocar?
Beauty and the beast, Dead to the world, Phantom of the opera, dentre outras…

8 – Qual musica que os fãs sempre pedem para tocarem nos shows?
Phantom of the opera, Ever dream, Over the hills and far away…

9 – Qual foi o momento mais difícil que tiveram eu enfrentar com a banda?
Quando a banda parou por um tempo, ficamos muito tristes, e isso só piorava quando os fãs, amigos e outros lamentavam o fim da banda.

10 – Já teve alguma loucura de fã para nos contar?
Só invasão em camarins, rss mais nada que uma cerveja não resolva.. rs

11 – Qual é o maior sonho da banda?
Conquistar nossas metas, e concretizar nosso trabalho, sermos reconhecidos mundialmente pelo nosso trabalho.

12 – Gostaríamos que deixassem um recado para os leitores do nosso blog Northern Queens!
Gostaria de agradecer em nome da banda, como porta voz, ao carinho de vocês e todos nossos fãs, e ressaltar é claro a nova formação, com pessoas e músicos que são extremamente talentosos, e dizer que o som próprio tanto aclamado, logo estará ai para todos ouvirem e curtirem também.

No mais nosso muitíssimo obrigado!

Grande abraço a todos!

Atenciosamente:
Marie Brandão
Vocal of Penumbra Brazil
Pouso Alegre – MG

——————————————————————————————————————————————————————

English:

Interview with Marie Brandão lead singer of the band Penumbra! Band Brazilian city of Pouso Alegre that makes cover of Nightwish!

1 – How did the idea to form a band?
That already was one thing I had in mind for many years, (Marie Brandão), all born of a conversation in a bar with friends, and since then we have built the band went through several changes until we reach the current training, which returns this year with a lot of novelty.

2 – How long is the band?
Officially since 2011.

3 – Who are the band members?
Marie Brandão (Vocal), Eliakim Lopes (keyboard), Joyce Natally (guitar), William Tonon (Low) and Murilo Vidal (Drums)

4 – Which city that did show had the largest audience?
Good question, lol, believe in Pocos de Caldas – MG

5 – What do you think about the Finnish metal?
Simply one of the best in the world, if not the best.

6 – You have a big bullying the fans? How to cope?
Sometimes, good deal, we like a lot of the fans, because without them we would not exist, our fans are our source of inspiration.

7 – Which Nightwish song do you like to play?
Beauty and the Beast, Dead to the world, Phantom of the opera, among other …

8 – What music fans always ask to touch the shows?
Phantom of the opera, Ever dream, Over the hills and far away …

9 – What was the most difficult time I have had experience with the band?
When the band stopped for a while, we were very sad, and it only got worse when fans, friends and others lamented the end of the band.

10 – Have you had any crazy fan to tell us?
Only invasion dressing, rss nothing that a beer can not solve .. rs

11 – What is the biggest dream band?
Conquer our goals and realize our work, we are recognized worldwide for our work.

12 – We would like to leave a message for the readers of our blog Northern Queens!
I would like to thank on behalf of the band, as a spokesman, the warmth of you and all our fans, and highlight the new training course, with people and musicians who are extremely talented, and say that sound very much acclaimed, there will soon be for all to hear and to tan too.

In our more thank you so much!

Big hug to everyone!

Regards:
Marie Brandão
Vocal Penumbra  Brazil
Pouso Alegre – MG